Oficina de Crackers Salgados.

setembro 30, 2011 Juliana A. Malhardes 0 Comments

Vivo na varanda da Fatinha!
Taí a turma da Oficina de Crackers que rolou na casa da Fátima e do Flávio, em Itacoatiara, na  semana passada. Olha só quanta carinha feliz com o momento degustação!!!

Gratidão a todos pela presença e alegria! Gratidão especial a você Fátima querida por sua presença viva e pela oportunidade desse encontro!

Até a próxima pessoal!
Bjins

0 comentários:

Olá! Deixe seu comentário!
Vamos germinar juntos ideias vivas!
Com carinho,
Juliana

Desidratador Elétrico, eis a questão.

setembro 27, 2011 Juliana A. Malhardes 3 Comments

Ter ou não ter... eis a questão! Mas é bom..r...rs
Pois é, toda essa farra boa dos crackers, vem acompanhada desse pequeno “passivo ambiental" SUPER útil no dia a dia...rs. Criado para a cozinha crua dos países frios, esse “forninho” é capaz de desidratar os alimentos sob temperatura regulada, preservando o alimento vivo e cru. Essa é a razão dessa maquineta estar ganhando espaço na culinária viva brasileira. Aqui em casa não percebemos grandes variações no consumo de energia, mas na mesa... UAU!!! Muito mais alegria! Tem sanduíche todo dia!


3 comentários:

Olá! Deixe seu comentário!
Vamos germinar juntos ideias vivas!
Com carinho,
Juliana

Desidratação Solar Simples, tbuleiros ao sol!

setembro 27, 2011 Juliana A. Malhardes 0 Comments

Simples e funcional! rs... 
Hoje em dia faço assim: em dias de sol generoso, de acordo com a receita e minha disponibilidade de tempo dou preferencia ao forno solar! Para esses dias adotei um sistema bem simples para quem tem quintal, uma mesinha de plástico no jardim sobre a qual colocamos os tabuleiros, uso uma pedrinha para fazer o tabuleiro ficar inclinado em direção ao sol. Coberto com paninho de voal preso com pregadores de roupa. Como a mesa de plástico é bem leve e pode ser facilmente levada de um lado pro outro seguindo o sol...rs

0 comentários:

Olá! Deixe seu comentário!
Vamos germinar juntos ideias vivas!
Com carinho,
Juliana

O bom uso do desidratador elétrico

setembro 27, 2011 Juliana A. Malhardes 0 Comments

A Omeletinha Again!
Confesso que resisti um tanto à ideia de adquirir essa maquineta em função da ideologia do simples e do ecológico, mas aceitei quando estabelecemos um protocolo de uso racional aqui em casa. Segundo o nosso protocolo (rs...) o desidratador elétrico deve ser ligado para:
• receitas específicas como as líquidas;
• em dias chuvosos e nublados;
• receitas que são preparadas anoite; e
• para amornar suflês, lasanhas e outras comidas de forno.

0 comentários:

Olá! Deixe seu comentário!
Vamos germinar juntos ideias vivas!
Com carinho,
Juliana

Cracker de Linhaça Dourada Germinada Desidratado!

setembro 26, 2011 Juliana A. Malhardes 20 Comments


Ingredientes:
1 xícara de linhaça dourada germinada
1/2 abobrinha verde média
1 colher de sopa de cheiro verde picadinho
1 cebola fatiada fininho
1 colher de chá de sal rasa

Preparo:
Germine as sementes de linhaça deixando de molho por 8 a 12 horas, depois espalhe numa peneira reta e deixe escorrer o liquido viscoso. Se você colocar as sementes de molho anoite, lave pela manhã e use anoite. Deixe escorrer bem a água da lavagem, ainda dentro da peneira use uma colher mexendo em círculos para ajudar. Pique a abobrinha, tire o talo grosso. Liquidifique a abobrinha picada, a linhaça germinada e o sal até obter uma massa consistente. Espalhe a massa no teflex (plástico liso utilizado no desidratador) com uma espátula ou faca grande, de maneira uniforme fazendo uma camada de 0,5 cm.  Desidrate por 9 horas à temperatura de 42°, num desidratador elétrico. Depois desse período vire a massa para tela furadinha, descolando delicadamente a massa do teflex como um “contact”. Se precisar, nas partes ainda moles ajude a soltar a massa com uma faça grande de corte liso.

Sirva:  como base para sanduíches e canapés, além de acompanhamento para sopas e todas as outras possibilidade de um pãozinho no seu dia a dia.

Com a mesma receita base podemos variar com simplicidade 2 diferentes sabores:

Tomate Seco: acrescente 1 tomate fresco picadinho à massa e liquidifique.
Cenoura: acrescente uma cenoura à massa e liquidifique.

Rendimento: 1 bandeja de teflex.

Para fazer a deliciosa receita de OMELETA VIVA DA JÚ, corte os tomates em cubos maiores de 1 cm (cada lado).

20 comentários:

Olá! Deixe seu comentário!
Vamos germinar juntos ideias vivas!
Com carinho,
Juliana