Como é uma refeição de Alimentação Viva?

18:54 Juliana A. Malhardes 1 Comments


Quando pensamos na dieta viva, baseada em sementes germinadas e brotos combinados com vegetais crus, é comum surgir aquele “medo de ficar com fome”, ou ainda pensar que tudo se resume a sucos e saladas mas, na prática, ao contrário do que pensamos, o alimento vivo e cru traz maior saciedade para o corpo, e a variedade de pratos é a mesma da culinária tradicional.

Por ser livre de cozimento o alimento tem preservada a vitalidade, as enzimas digestivas e toda a estrutura de informações essenciais, que facilitam a assimilação pelo corpo com menor gasto de energia no processo digestivo.

Dessa forma, além de se curar naturalmente, você vai sentir uma energia e disposição que nunca sentiu antes, misturada com uma paz e uma alegria que vem de dentro e contagia todos à sua volta.

Você vai se sentir conectada à natureza e à todos os seres através da energia vital dos alimentos.

Sua pele fica mais bonita, seus pensamentos e ideias mais rápidos e claros, sua ansiedade diminui enquanto sua felicidade aumenta e sua digestão melhora, dores, mal estares e cansaço vão pro espaço,

Tudo isso simplesmente por que seu corpo finalmente vai funcionar corretamente e utilizar todo o potencial que lhe foi feito para desfrutar.

Bacana, não é?

O cardápio vivo deve conter: semente germinadas, brotos, vegetais crus, fermentados e desidratados.

E é possível fazer praticamente tudo com isso, desde doces, queijos, pães, sanduíches, lasanhas, até macarrão, farofa e crackers. As possibilidades são infinitas!

O efeito visual do prato “cheio” para muitos de nós ainda é importante, pois que seja então cheio de vida!

Muita vitalidade, muita enzima digestiva e é claro muiiiito hummmnnn.
Seguimos juntos germinando ideias de um dia a dia com mais vida, sabor e saúde!

Quer fazer uma mudança de hábitos alimentares com leveza, alegria, sem radicalismos e no seu próprio ritmo?

Baixe meu guia gratuito clicando aqui ou na imagem abaixo:


Boa germinação!

Você também pode gostar de:

Um comentário:

  1. Oi, Juliana
    Li a material na revista Vida Simples e fiquei interessada. Em primeiro lugar, existem restricoes pra quem tem problemas de gastrite (os medicos de orientacao chinesa recomendaram que eu so coma alimentos cozidos). Em segundo, existem restaurants em SP que sirvam esse tipo de alimentacao?
    Obrigada, um abraco

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu comentário!
Vamos germinar juntos ideias vivas!
Com carinho,
Juliana