Utopia Viva!

12:48 Juliana A. Malhardes 0 Comments

0000bandeira_brasil_simuladaOntem anoite, navegando contra o sono no facebook, encontrei flutuando na linha do tempo de um amigo digital um documentário chamado “Utopia dos Quintais”. É longo, mas eu assisti como se tivesse encontrado um bom “programa de televisão”!

É sempre bom ver a “utópica” germinação de um modelo de vida urbana mais ecológica. Me encanta ver a realidade de pessoas mudando hábitos de vida insustentáveis, mas que estão internalizado na rotina como “normais”.

Além de temas como energia elétrica, água, consumo e reciclagem, o vídeo abordada a beleza da Compostagem, que mesmo em apartamentos mínimos nos permite fechar o ciclo do retorno dos alimentos para a terra e para a produção de novos alimentos que vão voltar a ser terra, dentro de casa.

Eu acredito que somos todos macacos de imitação, essencialmente seres criativos, gregários e amorosos. E que as redes sociais de comunicação digital nos permitem inspirar e ser inspirados em infinitas formas de macaquices sãs. Por esses dias eu vi uma foto de uma macarrão vivo, feito com algas do ceará que eu aaaaamo.

A foto da comida viva preparada e postada por minha amiga Gabriela Monteiro, me deu uma foooome e uma energia que fui correndo fazer comida pra mim! Depois postei com todo meu encantamento e tal. Ontem no curso que orientei no Rio, soube que essa foto também inspirou alguém que fez o mesmo...rs

Costumes se fazem através de hábitos de pessoas que escolhem fazer algo em comum. Os povos têm costumes alimentares construídos pela realidade e escolhas das pessoas. A Alimentação que hoje é um habito pode vir a ser um costume.

De toda forma, a Alimentação Viva é pra mim “Permacultura Humana”. É um cuidado com o planeta de dentro pra fora, que promove a saúde como forma de Contribuição Individual na Preservação Ambiental.

Me encanta pensar que somos Terra que ama, anda, pensa, sente, cuida e abraça. Que assim como o planeta, nosso corpo é formado por rios, lagos e florestas. Que a água e o meu sangue são um só, que a terra e meu corpo são um só e que ar e fogo são energia da vida que anima meu corpo.

Gracias a Madre Tierra, por essas mensagens digitais que germinam em segundos por todo o mundo e que norteiam meus caminhos e escolhas pessoais e profissionais. Gratidão a você que vem aqui e que dá sentido a esse lugar! Agora pra não perder o hábito, vamos cuidar do nosso pequeno pedaço de planeta, de forma saborosa e saudável, né?!

Segue a receita do creminho doce que acabei de fazer pra mim! Divirta-se!

Bjs

Foto: internet.

Você também pode gostar de:

0 comentários:

Olá! Deixe seu comentário!
Vamos germinar juntos ideias vivas!
Com carinho,
Juliana