Filosofando com a natureza!

21:56 Culinaria Viva 0 Comments


Hoje fui caminhar na areia da praia e me deparei com uma tempestade daquelas rolando lá fora no oceano. Logo pensei que era a tal que não veio ontem...rs Acreditei que fatalmente ela me pegaria no meio da praia, mas mesmo com "medo" fui caminhar, até levei minha havaiana pro caso de ter voltar pela calçada rapidinho.

Caminhei distraidamente, tomando conta do meu pé, até que quando cheguei do outro lado da praia, (coisa de 700 metros, pra quem não conhece Itacoatiara) eu lembrei da tempestade e parecia que ela tinha andado e muuuuiiito, só que mais pra fora, pra mais distante. Pensei que nunca tinha visto uma tempestade tão grande andar tão depressa...rsrsrs Que incrível fenomeno! Rsrs... Fiquei toda animada que ela não iria me alcançar e voltei mais confiante do que fui.

Lá vinha eu toda feliz até chegar ao ponto de partida. E pra minha surpresa lá estava a tempestade, no mesmo lugar. Ela não tinha andado nada...rs. Quem andou fui eu, e isso fez mudar a minha forma de ver a tempestade!!!

E eu fiquei pensando que assim é para todas as coisas da vida, né? A tempestade pode estar bombando onde for, na cabeça de quem for, na situação que for, mas se eu mudo de lugar, meu mundo muda e a tempestade perde o poder sobre mim. E posso até curtir um  "mergulhinho saideiro", numa água morninha de dia de chuva, mesmo sem chuva, só pra relaxar! ... rsrs...

Boa noite, jardim!
Beijocas floridas da Jú!

Você também pode gostar de:

0 comentários:

Olá! Deixe seu comentário!
Vamos germinar juntos ideias vivas!
Com carinho,
Juliana